Padrasto do menino Danilo é condenado a 49 anos de prisão por estupro, tortura e cárcere privado

O padrasto do menino Danilo, José Roberto de Morais, foi condenado a 49 anos, um mês e cinco dias de prisão pelos crimes de estupro, tortura e cárcere privado. A decisão do juiz Alexandre Machado, do Juizado Especial Cível e Criminal e da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Arapiraca, foi publicada no […]

Continue Reading