22°C 26°C
Maceió, AL
Publicidade

Preso em São Paulo integrante do PCC de Alagoas condenado a 20 anos por tráfico

Segundo foi apurado, em Alagoas ele atuava em Ouro Branco e região sertaneja, tendo sido condenado, em 2019, a 20 anos de prisão

03/07/2024 às 11h12
Por: Redação Fonte: ascom/pcal
Compartilhe:
Ascom/PCAL
Ascom/PCAL

Uma ação conjunta das polícias de Alagoas e de São Paulo resultou na prisão, nesta terça-feira (2), de um homem, de 40 anos de idade, integrante da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) e que comandava o tráfico em parte do Sertão alagoano.

A operação, coordenada pela Diretoria de Inteligência Policial (Dinpol), da Polícia Civil de Alagoas, comandada pelo delegado Thales Araújo, teve também a participação do 7º Batalhão da Polícia Militar de Alagoas e das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota), da Polícia Militar de São Paulo, que conseguiu localizar e prender o criminoso na capital paulista.

Continua após a publicidade

Ele estava em um carro, no banco de passageiros, e ao perceber a aproximação da polícia, desceu do veículo e tentou se esconder em um mercadinho. O acusado usava documentos falsos.

Abordado pelos militares, o traficante foi levado para o 53º Distrito Policial (SP). Em sua casa, foram encontrados grande quantidade de cocaína, maconha, embalagens e balança de precisão.

Segundo foi apurado, em Alagoas ele atuava em Ouro Branco e região sertaneja, tendo sido condenado, em 2019, a 20 anos de prisão. Contra ele, existe ainda um mandado de prisão, expedido pela Comarca de Maravilha/AL, pelo crime de homicídio.

Desde então, o acusado fugiu e foi se esconder em São Paulo, mas existe a suspeita de que, mesmo distante, ele ainda comandaria comandando o tráfico em parte do Sertão alagoano.

O condenado se encontra, agora, à disposição da Justiça

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias