Ciência e Tecnologia Espaço

Astrônomos narram a morte da VY Canis Majoris, maior estrela da Via Láctea

Por Portal Na Rede

28/06/2022 às 18:56:40 - Atualizado h√°

A equipe investigou a VY Canis Majoris, considerada a maior estrela da Via Láctea. Para ter uma ideia, essa hipergigante vermelha tem entre 10 e 15 mil unidades astronômicas (com 1 UA sendo a dist√Ęncia média entre a Terra e o Sol).

O comum é que as estrelas percam massa durante o processo de sua morte, com gás e poeira sendo expelidos de sua fotosfera (região da superfície visível). Quando isso acontece, elas mantêm o formato esférico.

Com a VY Canis Majoris, a história é outra. As hipergigantes tendem a experimentar eventos de perda de massa substanciais e esporádicos que formam estruturas complexas e irregulares compostas por arcos, aglomerados e nós.

Pensando nisso, os cientistas resolveram criar uma imagem completa dessa estrela, que poderia ser usada no futuro como modelo para a morte de outras hipergigantes. Então, eles utilizaram o Telescópio ALMA (Atacama Large Millimeter Array), no Chile, para coletar sinais de rádio do material lançado pela estrela durante suas erupções.

Os mapas preliminares apontam para o óxido de enxofre, dióxido de enxofre, óxido de silício, óxido fosforoso e cloreto de sódio. A imagem obtida através dos dados foi apresentada este mês no Encontro da Sociedade Astronômica Americana em Pasadena, na Califórnia (EUA).

Morte estrela
Imagem: NASA/ESA/Hubble/R. Humphreys, University of Minnesota/J. Olmsted, STScI/hubblesite.org/Reprodução

Assine a newsletter do Gizmodo

“Até agora, apenas pequenas porções dessa enorme estrutura foram estudadas, mas você não pode entender a perda de massa e como essas grandes estrelas morrem a menos que você olhe para toda a região. É por isso que queríamos criar uma imagem completa”, explicou Lucy Ziurys, líder do estudo, em comunicado.

Alguns dados obtidos pelos cientistas ainda estão sendo processados, o que significa que a foto pode sofrer algumas atualizações no futuro. De toda forma, os pesquisadores estão mais próximos de entender o que ocorre no momento da morte dessas hipergigantes.

Comunicar erro
Portal Na Rede

© 2022 Portal Na Rede - Todos os direitos reservados.
Contato Comercial - John Kennedy - 82 99945-6055

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Portal Na Rede