Brasil 1º de maio

1º de Maio: Apoiadores de Bolsonaro fazem ato na Paulista; Lula discursará no Pacaembu

Por Portal Na Rede

01/05/2022 às 09:27:31 - Atualizado há

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) participará, neste domingo, 1º, da comemoração do Dia do Trabalho, em ato organizado pelas centrais sindicais, na Praça Charles Muller, onde fica o Estádio do Pacaembu, na capital paulista. A cerca de três quilômetros dali, na Avenida Paulista, apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) farão uma manifestação em defesa da liberdade de expressão, em uma espécie de desagravo ao deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ), condenado a 8 anos e 9 meses de prisão pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por ataques às instituições e a ministros da Corte. Segundo apurou a Jovem Pan, apesar da expectativa, o mandatário do país não deve viajar para São Paulo e só participará da mobilização que ocorrerá em Brasília se houve grande adesão.

O ato na Praça Charles Muller, marcado para às 10 horas, está sendo organizado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), Força Sindical, Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), União Geral dos Trabalhadores (UGT), Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST) e Intersindical – Central da Classe Trabalhadora, e Pública. Além de levar as reivindicações dos trabalhadores às ruas, depois de dois anos de isolamento social por causa da pandemia, o 1° de Maio também terá a função de dialogar com a população sobre a realidade atual e a necessidade de recolocar o país no rumo do desenvolvimento, com emprego decente, justiça social e distribuição de renda, afirma o presidente da CUT São Paulo, Douglas Izzo. O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSB), que será indicado para o posto de vice-presidente na chapa de Lula, não estará presente, de acordo com sua assessoria de imprensa. Além de personalidades do mundo político, haverá apresentações de artistas como Daniela Mercury, Leci Brandão, Francisco El Hombre e Dj KL Jay.

Na Avenida Paulista, a principal pauta será a defesa da liberdade de expressão. Entre os aliados de Bolsonaro que devem comparecer estão os deputados federais Carla Zambelli (PL-SP), Daniel Silveira (PTB-RJ), Coronel Tadeu (PL-SP), e os ex-ministros do Meio Ambiente Ricardo Salles e da Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas, pré-candidato do Republicanos ao governo do Estado de São Paulo. Segundo relatos feitos à reportagem da Jovem Pan, Silveira foi orientado a não discursar no evento, marcado para às 14 horas. O entorno de Bolsonaro avalia que uma eventual manifestação do parlamentar poderia acirrar os ânimos entre os Poderes.

Fonte: JP
Comunicar erro

Comentários Comunicar erro

Portal Na Rede

© 2022 Portal Na Rede - Todos os direitos reservados.
Contato Comercial - John Kennedy - 82 99945-6055

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Portal Na Rede