Empresas do transporte coletivo repudiam protesto e dizem que rodoviários descumpriram decisão judicial

Notícias

Sinturb diz que irá relatar ato ao desembargador do TRT; multa diária é de R$ 50 mil

O Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiros de Maceió (Sinturb) divulgou uma nota à imprensa repudiando o protesto realizado pelos rodoviários na manhã desta quinta-feira (08), onde os coletivos foram parados na Faixa Azul da Avenida Fernandes Lima, no Farol, em Maceió. Para as empresas, houve descumprimento da decisão judicial do Tribunal Regional do Trabalho, que estipulou uma multa de R$ 50 mil reais diária ao Sindicato do Trabalhadores do Transporte Rodoviário (Sinttro).

As empresas também ressaltaram que os passageiros foram surpreendidos, tiveram que desembarcar dos veículos e acabaram aglomerados.

Uma reunião no Ministério Público do Trabalho, entre rodoviários e empresas, ocorre na tarde desta quinta-feira em mais uma tentativa de avançar nos diálogos e evitar novos episódios de paralisações.

Confira a nota na íntegra

NOTA DO SINTURB SOBRE A PARALISAÇÃO DOS RODOVIÁRIOS

O Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiros de Maceió (Sinturb) esclarece que o Sinttro-AL descumpre a sentença judicial, que proíbe greve, piquete ou qualquer tipo de paralisação do transporte urbano de Maceió.

Com a greve realizada nesta quinta (8), os rodoviários ocasionaram uma aglomeração de passageiros dos ônibus que foram impedidos de circular, tendo que desembarcar em via pública, ferindo assim o decreto estadual.

As empresas de ônibus reiteram ainda que está previsto na sentença uma multa diária de R$ 50 mil pelo seu descumprimento, e o fato ocorrido hoje será relatado ao desembargador do TRT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *