CRB vence o CEO e volta à liderança do Campeonato Alagoano

Esportes

O CRB retomou a liderança do Campeonato Alagoano. Com uma equipe alternativa foi a Olho d´Água das Flores, no Sertão do estado, e venceu o CEO por 2 a 1, gols de Hyuri e Lucão. Roger descontou na etapa final. Os atacantes foram os únicos titulares do Galo a jogarem no Estádio Edson Matias.

O CRB voltou à primeira colocação do estadual, ultrapassou o rival CSA e assumiu a liderança, com 12 pontos em 4 partidas. O CEO tem apenas um pontinho em seis jogos disputados e segue na última colocação, seriamente ameaçado pelo rebaixamento.

Primeiro tempo

Quem chegou primeiro foi o CEO, aos 2 minutos: Dannyel ficou com a sobra e arriscou, mas a bola foi um pouco torta e se perdeu pela linha de fundo. O time do CRB tinha mais iniciativa de jogo, mas o CEO tentava chegar nos contra-ataques. Só que quem abriu o placar foi o Galo e não demorou: foi aos 12 minutos. Hyuri recebeu o passe do campo de defesa e encobriu o goleiro Matheus, fazendo um belo gol, no primeiro lance regatiano no ataque: 1 a 0.

O jogo passava dos 25 minutos na primeira etapa e sem muitos lances de perigo dos dois lados. O que se viu foi um festival de cartões amarelos distribuídos para os dois times. Aos 32 minutos, o CEO tentou. Palhinha desceu pela esquerda do ataque, chegou à linha de fundo, cruzou forte e o goleiro Diogo Silva deu um soco na bola pra afastar da área regatiana. Aos 33 minutos, de novo o CEO chegou, quando Dannyel ficou com a bola na entrada da área e arriscou, mas a redonda subiu muito.

O time de Olho d’Água teve uma falta aos 39 minutos, que foi cobrada por Palhinha, mas Páscoa afastou e, na sequência, a bola foi levantada na área do CRB e o goleiro do Galo cedeu escanteio. Palhinha cobrou mas a zaga regatiana afastou o perigo. O final da primeira etapa passou a ficar mascado e o CRB apenas deixava o CEO ficar com a bola.

Etapa final

Logo no início o CEO tentou, pela primeira vez, ao chegar ao ataque com velocidade, e, na bola pelo alto, Wesley foi predominante, mas não acertou o gol, pois a bola foi apenas em tiro de meta para o CRB.

O jogo não mudou muito em relação ao primeiro tempo. A iniciativa era do CEO, que buscava o empate. Quanto ao Galo, tentava a transição rápida, mas não atacava o CEO com muita volúpia. Chegando aos 15 minutos de bola rolando e os goleiros ainda não tinham trabalhado na segunda etapa. Jogo fraco.

De tanto tentar, o CEO conseguiu o gol de empate. E foi de pênalti. Aos 26 minutos, Palhinha bate o escanteio, a bola ficou viva na área do CRB e o árbitro assinalou a penalidade para o time de Olho d’Água. Aos 28 minutos, Roger bateu forte, no meio do gol, e deixou tudo igual no placar: 1 a 1.

Aos 30 minutos, de novo o CEO chegou com perigo. Andrezinho recebeu do lado esquerdo e bate bem no meio, mas viu Diogo salvar o CRB da virada. Mas, aos 34 minutos, o Galo teve um pênalti em seu favor. Ewandro avançou em velocidade, passou para Hyuri, que entrou na área do CEO e foi tocado por Gaspar. Não deu outra: o árbitro marcou a penalidade que foi cobrada aos 36 minutos, por Lucão. Ele bateu bem, deslocando Matheus e colocou o CRB de novo na frente do placar: 2 a 1.

O jogo teve mais quatro minutos de acréscimos, mas terminou com vitória regatiana dois tentos a um contra o CEO.

O CRB volta a jogar no próximo sábado, às 16h, pela Copa do Nordeste. Recebe o Altos no Estádio Rei Pelé, em Maceió. O CEO joga pelo estadual no dia 18 de abril, contra o ASA, também no Estádio Edson Matias, em Olho d ‘Água das Flores. Pelo estadual, o Galo só atua em 21 de abril, contra o CSE, no Rei Pelé.

FICHA TÉCNICA

CEO – Matheus; Dannyel, Alex, Cleriston e Anderlan (Andrezinho) (Pedro Henrique); Bruno Kabelo (Pêpa), Gaspar, Palhinha e Deda; Wesley (Mika) e Róger. Técnico: Humberto.

CRB – Diogo Silva; Luca Caio (Lucão), Matheus Stockl, Páscoa e Hugo (Darlisson); Jiménez (Carlos Jatobá), Olívio e Dudu (Darlisson); Hyuri, Régis (Wellington) e Ewandro. Técnico: Roberto Fernandes.

Árbitro – Denis Ribeiro Serafim (CBF).

Auxiliares – Ruan Luiz de Barros (CBF) e Fernanda Felix da Silva (CBF).

Quarto árbitro – Carlos Alberto Matias Eloi (FAF).

FOTO; INSTAGRAM CRB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *