Ator Paulo Gustavo tem piora clínica e faz tratamento com ECMO contra Covid-19

Estilo

Aparelho permite oxigenação extra corpórea que auxilia a recuperação da função pulmonar

Internado com Covid-19 desde 13 de março, o quadro clínico do ator Paulo Gustavo foi agravado e ele teve que ser submetido a um tratamento por ECMO – técnica de Oxigenação por Membrana Extracorpórea, informou um comunicado enviado por sua assessoria de imprensa no final noite desta sexta-feira (2).

Após o diagnóstico de Covid-19, Paulo Gustavo passou 9 dias em observação. Teve piora e foi intubado no dia 21 de março após apresentar sinais de melhora na última semana, teve um agravamento no quadro clínico, sendo necessário dar início ao novo tratamento.

“Optamos pelo início da terapia coadjuvante com ECMO, com o objetivo de permitir uma melhor recuperação da função pulmonar. Após o agravamento ocorrido, a situação permanece estável nas últimas horas”, informou a equipe médica que trata de Paulo Gustavo.

A ECMO funciona como pulmões e coração artificiais em pacientes que estão com os órgãos comprometidos e tem sido utilizado em casos graves de pacientes com covid-19. Enquanto os respiradores auxiliam em fornecer mais oxigênio para os pacientes, a ECMO serve como um segundo pulmão, para que a pessoa tenha maiores condições clínicas para a recuperação.

Com informações de Revista Quem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *