Governo volta Agreste e Sertão à Fase Vermelha de distanciamento e Maceió, Litoral e Zona da Mata à Laranja; confira o que pode funcionar

Notícias

Alagoas chegou, neste domingo (07), ao maior número de mortes em 24h pela Covid-19 durante a segunda onda da doença. O avanço acelerado nos óbitos e novos casos da doença, além da ocupação de leitos, principalmente, da Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), fez o governo regredir o Agreste e Sertão para a Fase Vermelha de Distanciamento Social e Maceió, região metropolitana, Litoral e Zona da Mata para a Fase Laranja. O decreto com as novas medidas será publicado ainda hoje e passa a valer a partir das 00h desta segunda-feira (08) até às 00h da segunda-feira da próxima semana, dia 15.

Na última quinta-feira (04), já diante do avanço dos números, o governo de Alagoas decidiu regredir o Estado para a Fase Amarela por 7 dias. Mas o avanço continuou acelerado, o que levou ao anuncio de medidas ainda mais restritivas.

“Os números da Covid-19 aceleraram muito nas últimas duas semanas. Estamos vacinando. Até o final de março, Alagoas espera, se o Ministério da Saúde seguir o cronograma de envio de doses, ter todas as vacinas necessárias para vacinar todos os idosos com 65 anos ou mais. Até o final de Abril vacinar os idosos de 60 anos ou mais. Houve redução de novos casos e ocupação de leitos onde a vacina avançou. Esperamos repetir em Alagoas”, destacou Renan Filho sobre a importância de manter o distanciamento para dar tempo da imunização avançar em território alagoano.

Com o novo decreto, Agreste e Sertão, Voltam à Fase Vermelha, com algumas flexibilizações: o comércio vai poder funcionar de segunda a sexta, nos finais de semana apenas serviços essenciais terão permissão para o funcionamento; academias não podem funcionar; bares e restaurantes ficam fechados ao atendimento a clientes, podendo funcionar apenas em formato delivery.

Maceió, Região Metropolitana, Litoral e Zona da Mata, voltam à Fase Laranja, que também apresenta flexibilização: Shoppings e Comércio vão poder continuar funcionando em horários específicos, bares e restaurantes continuam atendendo a clientes com funcionamento de 6h até às 20h, de segunda a sexta, fechando aos sábados e domingos; clubes e marinas também deverão fechar aos finais de semana; e igrejas e academias funcionam com 30% da capacidade.

Conforme o Art. 3º do Decreto Nº 73.518 fica autorizado o funcionamento na Fase Vermelha de:

I – os órgãos de imprensa e meios de comunicação e telecomunicação em geral;  

II – serviço de call center;  

III – os estabelecimentos médicos e odontológicos, hospitalares, laboratórios de análises clínicas, farmacêuticos, clínicas de fisioterapia e de vacinação, psicólogos, terapia ocupacional, fonoaudiólogos, para serviços de emergência ou consulta com hora marcada, e as óticas;  

IV – distribuidoras e revendedoras de água e gás;  

V – distribuidores de energia elétrica;  

VI – serviços de telecomunicações;  

VII – segurança privada;  

VIII – postos de combustíveis;  

IX – funerárias;  

X – estabelecimentos bancários e lotéricas;  

XI – clínicas veterinárias e lojas de produtos para animais, lojas de plantas, serviços de jardinagem e lojas de defensivos e insumos agrícolas e animais;  

XII – lojas de material de construção e prevenção de incêndio;  

XIII – indústrias, bem como os respectivos fornecedores e distribuidores;  

XIV – lavanderias, lojas e estabelecimentos de produtos sanitizantes e de limpeza, e demais do segmento vinculado a área de limpeza e que garantam melhorias na higienização da população;  

XV – oficinas mecânicas, lojas de autopeças, e estabelecimentos de higienização veicular, com hora marcada e sem aglomeração de pessoas; 

XVI – papelarias, bancas de revistas e livrarias; 

XVII – estabelecimento de profissionais liberais (arquitetos, advogados, contadores, corretores de imóveis, economistas, administradores, corretores de seguros, publicitários, entre outros), desde que ocorra com hora marcada e sem aglomeração de pessoas e disponibilização de álcool gel 70% (setenta por cento) para clientes e funcionários; 

XVIII – concessionárias e revendedoras, de carros e motos, seguindo as normas estabelecidas pelo Departamento Estadual de Trânsito – DETRAN/AL, por meio de portaria de seu Diretor Presidente;

XIX – lojas de tecidos e aviamentos, facilitando a fabricação de máscaras;

XX – padarias, lojas de conveniência, mercados, supermercados, minimercados, açougues, peixarias e estabelecimentos de alimentos funcionais e suplementos, sendo expressamente proibido o consumo local, tanto de bebidas quanto de comidas;

XXI – bares, restaurantes, lanchonetes e estabelecimentos congêneres que funcionem no interior de hotéis, pousadas e similares, desde que os serviços sejam prestados exclusivamente a hóspedes, bem como de hospitais, clínicas da área de saúde e postos de combustíveis nas rodovias alagoanas;

XXII – restaurantes, lanchonetes e estabelecimentos congêneres poderão funcionar por serviços de entrega, inclusive por aplicativo, e na modalidade “Pegue e Leve”, sendo expressamente proibido o consumo local, tanto de bebidas quanto de comidas; 

XXIII – qualquer loja e outros estabelecimentos comerciais, sem aglomeração de pessoas e cumprindo o Protocolo Sanitário publicado por meio da Portaria Conjunta GC/SEDETUR/SEFAZ/SESAU Nº 005/2021, vedado o seu funcionamento aos sábados e domingos;

XXIV – templos, igrejas e demais instituições religiosas, funcionando com 30% (trinta por cento) de sua capacidade;  

XXV – transporte de carga no âmbito do Estado de Alagoas. 

De acordo com o Art. 4º do Decreto, fica autorizado o funcionamento na Fase Laranja:

I – todos os setores autorizados na Fase Vermelha;

II – salões de beleza e barbearias;

III – templos, igrejas e demais instituições religiosas, funcionando com 30% (trinta por cento) de sua capacidade;

IV – shopping centers, galerias, centros comerciais e estabelecimentos congêneres;

V – bares e restaurantes, funcionando com 50% (cinquenta por cento) de sua capacidade;

VI – transporte intermunicipal e turístico com 50% (cinquenta por cento) de sua capacidade;

VII – marinas e clubes náuticos, vedado o seu funcionamento a partir das 17 (dezessete) horas de sexta-feira até as 6 (seis) horas de segunda-feira; e

VIII – As academias, clubes e centros de ginásticas com 30% (trinta por cento) de sua capacidade.

Já o Art. 5º estabelece que bares, restaurantes, receptivos e praças de alimentação de shopping centers, galerias e similares, lojas de conveniência em posto de combustíveis, bem como qualquer atividade de comércio nos logradouros públicos que vendam bebida alcoólica e atividades de comércio na faixa de areia das praias, terão restrição no horário de seu funcionamento diário:

I – abertura as 6 (seis) horas, com obrigatoriedade de fechamento as 20 (vinte) horas, de segunda a sexta-feira; e

II – vedado o funcionamento a partir de 20 (vinte) horas da sexta-feira até as 6 (seis) horas da segunda-feira.

O Art. 6º estabelece que as lojas, galerias e centros comerciais e os shopping centers, em todo o estado de Alagoas, terão o seguinte horário de funcionamento:

I – lojas localizadas no bairro do Centro funcionarão das 9h as 17h, durante a semana, e das 8h as 13h, no sábado;

II – lojas de rua e galerias funcionarão das 10h as 19h, de segunda a sábado; e

III – shopping centers funcionarão das 11h as 21h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *