NBA: Pais de jogadores que já passaram pela liga e você não sabia

Esportes

Muitos jogadores da NBA tem no sangue o basquetebol e uma ligação com a NBA, alguns desses papais hoje são técnicos na liga e tudo mais. Todos muito conhecidos. Mas aqui a gente fez uma lista de ex-jogadores da NBA que tem seus filhos atualmente jogando e você, provavelmente, não sabia. Confira!

Melvin Booker, pai de Devin Booker

O pai de Devin Booker teve uma grande carreira no basquetebol colegial e universitário, mas mesmo assim não foi selecionado no Draft de 1994. O armador só chegou na NBA durante a temporada de 1995-96, quando foi para o Houston Rockets e Denver Nuggets. Já em 1996-97, vestiu a camisa do Golden State Warriors em 32 jogos.

Corey Crowder, pai de Jae Crowder

O ala-armador jogou na NBA entre os anos de 1991 e 1995, quando teve médias de apenas 2.1 pontos por jogo vestindo a camisa do Utah Jazz e San Antonio Spurs. Crowder depois jogou em times da Itália, Espanha, França e Israel.

Tito Hoford, pai de AL Horford

Draftado pelo Milwaukee Bucks na 39a seleção do NBA Draft de 1988, Tito Horford se tornou o primeiro jogador dominicano a jogar na liga norte-americana. Participou nas temporadas de 1988-89 e 89-90 com o Milwaukee Bucks e teve um contrato de três jogos com o Washington Bullets. Depois, Horford viajou pelo mundo jogando basquetebol na França e Itália antes de voltar para a República Dominicana onde também representou sua seleção nacional.

Winston Garland, pai de Darius Garland

Com um total de 511 jogos e 4,799 pontos marcados na carreira de NBA, Winston teve seu melhor ano como profissional durante a temporada de 1988-89 como membro do Golden State Warriors, aparecendo em 79 jogos e tendo média de 14.5 pontos por jogo. Na campanha como calouro, o armador foi o primeiro Warrior a conquistar um triplo-duplo em cinco anos.

Mitchel Wiggins, pai de Andrew Wiggins

Wiggins foi selecionado pelos Indiana Pacers na 23a escolha do NBA Draft de 1983, porém, nunca jogou pelo Pacers. Sua temporada de calouro jogando todos os 82 jogos pelo Chicago Bulls anotando 12 pontos, 4 rebotes e 2 assistências por jogo.

Em 1984, o ala-armador assinou com o Houston Rockets onde brigou pela titularidade com Lewis Lloyd. Em 1986, entretanto, quando o Houston Rockets chegou às finais perdendo para o Boston Celtics, a dupla testou positivo para cocaína em um teste anti-drogas. Resultado: suspensão de dois anos e meio.

Os dois voltaram na temporada de 1989-90, no que foi sua melhore temporada: 66 jogos e média de 15.5 pontos por jogo. Ele ainda jogou pelo Philadelphia 76ers em 1991-92, sua última temporada na NBA. O jogador teve um total de 3,877 pontos na carreira de NBA.

Harvey Grant, pai de Jeremy Grant

O ala-pivô foi selecionado na 12a posição do NBA Draft de 1988 pelo Washington Bullets, tendo médias de 5.6 pontos, 2.3 rebotes e 1.1 assistências por jogo. Mas foi na temporada de 1990-91 que Grant chamou a atenção do público com médias de 18.2 pontos, 7.2 rebotes, 2.6 assistências e 1.18 roubos por jogo. No final da temporada, ele figurava entre os principais candidatos ao prêmio de Jogador de Maior Evolução.

Em 1993 foi trocado para o Portland Trail Blazers. Voltou para o Bullets em 1996 e depois teve passagens por Philadelphia 76ers e Orlando Magic.

GOSTOU? Deixa um comentário! Esqueci de algum papai? Fala aqui pra a gente! Compartilha esse link!

1 thought on “NBA: Pais de jogadores que já passaram pela liga e você não sabia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *